DEZ TEORIAS PARA O FIM DO MUNDO

02/12/2011

 

 

1 - 26 de setembro de 2011 – um novo fim do mundo 28 anos depois

Na madrugada do dia 26 de setembro de 1983, a Terra viveu momentos de pura tensão quando um general soviético recebeu o aviso de que mísseis americanos haviam sido disparados contra a União Soviética. O clima de insegurança durou exatos 12 minutos, tempo que os mísseis levariam para atingir solo russo. Felizmente, era um alarme falso e os dois países não iniciaram a tão temida guerra nuclear. Exatos 28 anos depois, um novo alerta surge: o cometa Elenin.

Descoberto em dezembro do ano passado pelo observador russo Leonid Elenin e citado no site da Nasa como um cometa que pode entrar na rota da Terra, o Elenin está atrelado a diversas teorias como: terremotos, vulcões despertando e até mesmo uma chuva de meteoros, que viria no dia 8 de outubro deste ano. Nos dias 26, 27 e 28 de setembro, o cometa passará entre o Sol e a Terra, coincidindo com a profecia bíblica de três dias de escuridão em 2011.[Ver NÃO HAVERÁ APOCALIPSE]
 

 

2 - LHC – Grande Colisor de Hadrons na Suíça

Criado em setembro de 2008, na Suíça, trata-se do maior acelerador de partículas do mundo. “O acelerador tem vários propósitos, como a procura pela matéria escura – um tipo de matéria que não se conhece, mas que deve existir para que o comportamento das galáxias seja explicado”, conta o professor de partículas elementares do Instituto de Física da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Leandro de Paula.

Como o assunto não é totalmente dominado pelos cientistas, alguns pesquisadores temem resultados desastrosos desse acelerador, como a possível criação de um buraco negro, que acabaria engolindo a Terra junto.

Foto: Getty Images

 

 

3 - Colapso do ecossistema mundial

A premissa é velha: a ação do ser humano na Terra está comprometendo a vida no planeta. Muitos biólogos concordam que o nosso ecossistema é mais frágil do que parece baseado em fatos como o desaparecimento de abelhas em algumas regiões dos Estados Unidos, que já serviu para desequilibrar os ecossistemas de várias regiões ao redor do Globo.

“Quando comprometemos produtores primários, organismos que realizam a fotossíntese, acabamos comprometendo também herbívoros, que por sua vez vão alterar a cadeia alimentar dos carnívoros e afetar o ecossistema como um todo”, detalha a professora de ecologia do curso de ciências biológicas da Universidade Federal de Santa Catarina, Natalia Hanazaki.

Mares poluídos, esgotamento dos recursos naturais e cadeias alimentares quebradas seriam os responsáveis pelo fim da existência no globo.

Foto: Getty Images

 

 

4 - O Apocalipse da Bíblia

Último livro do Novo Testamento, o Apocalipse é escrito em linguagem simbólica, o que permite inúmeras interpretações. A mais hegemônica, pelo menos no Ocidente, é a ideia do fim dos tempos. Literalmente, o livro diz que, no dia do Juízo Final, quem não acatar os apelos do Novo Testamento será um pecador e viverá eternamente no inferno. “Simbolicamente trata-se de uma mensagem de conversão, de voltar-se a Deus, religar-se a algo mais importante do que tantas preocupações que temos ao longo da vida. É uma mensagem espiritual”, diz o professor do departamento de ciência da religião da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), Rodrigo Coppe Caldeira.

Não há data para o fim dos tempos no Apocalipse, apenas a previsão de que um dia o mundo vai acabar. O professor ressalta a importância de contextualizar a época em que o livro foi escrito, na virada do século I para o século II. “Desde então, tornou-se comum falar em teorias apocalípticas, especialmente em viradas de século. Mas, como disse Santo Agostinho no livro A Cidade de Deus, qualquer previsão que fale em data é uma ‘fábula ridícula’”, cita Caldeira.
 

 

5 - Nostradamus

Nascido em 1503, o francês Michael de Notre Dame escreveu o principal obra de profecias do mundo, As Centúrias, conjunto de 10 livros que contêm todas as suas profecias. Entre as cerca de mil, estão previsões como a Segunda Guerra Mundial, a Revolução Francesa, o assassinato de Kennedy, o surgimento de Napoleão e Hitler, e até mesmo o 11 de setembro de 2001.

No documentário Nostradamus 2012, produção do History Channel, alguns especialistas apontam que os desenhos feitos pelo profeta, encontrados recentemente, fariam clara referência ao alinhamento glacial previsto pelos maias e que provocaria o fim dos tempos no ano que vem. Contudo, o pesquisador John Hogue, pesquisador das profecias do médico francês, afirma que o mundo não vai acabar em 2012, mas vai mudar.

Ele afirma que, no ano que vem, a humanidade vai passar por um processo de mudanças que deve durar mais de 36 anos. Nestes 'novos tempos', o homem deverá decidir se muda sua atitude em relação à natureza ou se permite que a raça humana seja extinta de vez.
 

 

 

6 - Hecatombe nuclear

Existem nove países que admitem possuir bombas atômicas em seu arsenal: Estados Unidos, Rússia, Reino Unido, França, China, Índia, Paquistão, Coreia do Norte e Israel. Desses, apenas cinco assinaram o Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares (Estados Unidos, Rússia, Reino Unido, França e China), fato que alimenta a teoria de um possível holocausto atômico, devido a conflitos entre países como Índia e Paquistão e Estados Unidos e Coreia do Norte, o que levaria o resto do planeta à destruição.

“Se o mundo não fosse aniquilado por um conflito dessas proporções certamente a humanidade iria sofrer durante eras com os resquícios da utilização desse armamento nuclear”, comenta o professor de história contemporânea da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Henrique Padros.

Foto: Getty Images

 

 

 

7 - Colisão com um corpo celeste

Existe uma infinidade de astros vagando pelo espaço sideral e basta que um deles se choque contra a Terra para o mundo que conhecemos virar pó. Segundo a obra do astrônomo israelense Zecharia Sitchin, morto no ano passado, há um objeto em nosso sistema solar que a ciência moderna desconhece, chamado Nibiru.

Esse objeto pode ser tanto um planeta ou uma pequena estrela, e passa próximo ao sol a cada 3.600 anos. Influenciados pelas ideias de Sitchin, alguns autores afirmam que esse objeto passará pelo nosso planeta em 2012, e que a atração gravitacional entre os dois resultará em dilúvios e terremotos, dos quais ninguém sairia vivo.

 

 

 

8 - Charles Manson e sua seita maligna

Responsável pela morte brutal de seis pessoas na década de 60, e mais três, indiretamente, com a ajuda da “Família Manson”, o americano Charles Manson ainda vive, encarcerado em um presídio de segurança máxima na Califórnia. Entre as vítimas de seus crimes estava a esposa do cineasta francês Roman Polanski, Sharon Tate. Neste ano, Manson quebrou um período de 20 anos de silêncio para se manifestar sobre assuntos como aquecimento global e política externa dos Estados Unidos.

Mesmo com um massacre sangrento em seu currículo, Charles Manson ainda atrai seguidores do mundo inteiro, até mesmo no twitter, com o perfil @heltershelter, de acordo com o jornal britânico Daily Mail. Com a sua existência sombria, permanece a ideia de que ele seria a maior representação do mal na face da Terra, uma espécie de anticristo que representaria o fim do mundo.

Foto: AFP

 

 

 

9 - Matéria e energia escuras

Conhecidas como matéria escura e energia escura, essas forças opostas têm poder suficiente para desintegrar o universo átomo por átomo. Segundo o site da Nasa, o universo é composto de aproximadamente 70% de energia escura e 25% de matéria escura. A matéria escura foi descoberta na década de 40 e apresentaria muito pouca - ou quase nenhuma - gravidade. “Ninguém sabe o que seria a matéria escura. Na verdade, não sabemos nem se ela realmente existe, mas se ela existir, estaria espalhada em toda a galáxia e em torno de nós”, explica o professor de partículas elementares do Instituto de Física da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Leandro de Paula.

Já a energia escura trabalharia com uma força ainda maior, contra a gravidade, tentando propelir de volta a matéria que está sendo atraída a um ponto central. De acordo com o site da National Geographic, com a descoberta dessas duas forças, alguns astrônomos acreditam que, “se a matéria escura contrabalancear a energia escura, o universo lentamente se expandirá e as estrelas gradualmente vão perder força, consumindo todo o seu combustível e deixando o universo sem luz, sem calor e sem vida”.
 

 

 

10 - O fim do mundo em 2012

Uma das teorias mais comentadas atualmente é a do fim do mundo previsto para acontecer no ano que vem. Segundo o calendário maia, dezembro de 2012 marcará o fim de um ciclo. Essa mudança traria consequências que culminariam com o extermínio da raça humana.

De acordo com documentário do History Channel, a teoria dos maias diz que, no dia 21 de dezembro de 2012, o sol nascerá alinhado com o centro da Via Láctea. Este acontecimento astronômico, que só se repete a cada 26 mil anos, viria acompanhado por uma onda de transformações que podem levar à extinção da vida no Planeta Terra. Os apocalípticos desta teoria preparam-se para testemunhar tsunamis, atividades vulcânicas intensas e outros cataclismos.

http://www.terra.com.br/noticias/ciencia/infograficos/teoria-fim-do-mundo/
 

Dá para ver que, depois de 2012, o fim do mundo ainda continuará assombrando muita gente.