CASTIGO DIVINO IMPEDIU O FIM DO MUNDO

 

O fim do mundo não ocorreu em 12 de outubro de 2012, devido a castigo divino, disse o profeta.

 

'Profeta do fim do mundo' diz que Deus o castigou e evitou apocalipse
12 de outubro de 2012 • 21h08 • atualizado às 21h12
 

Luis Pereira dos Santos foi protegido pela polícia do Piauí depois que previsão do fim do mundo falhou
Foto: Yala Sena/Especial para Terra

Preso na Central de Flagrantes em Teresina (PI), o "profeta" Luis Pereira dos Santos, que previa o fim do mundo para esta sexta-feira, declarou em depoimento à polícia que está passando por uma "provação de Deus". Segundo ele, "Deus está lhe castigando" e, por isso, o mundo não acabou.

"Em depoimento, o profeta disse que foi castigado por Deus e passando por uma provação do Senhor, por isso está sendo humilhado e não houve o fim do mundo", informou o coronel Alberto Meneses, que o acompanha na Central de Flagrantes.

Luis dos Santos está detido por questão de segurança e com a comunicação controlada. Ele foi levado às 15h50 de hoje pela polícia, após populares tentarem linchá-lo em sua residência no Parque Universitário, uma das favelas de Teresina. Ao ser preso, em meio ao tumulto, o "profeta" disse que é um servo de Deus e que estava se entregando por questão de segurança.

As outras pessoas que estavam abrigadas na casa batizada de "arca" foram retiradas antes do anoitecer e levadas para residência de familiares. Cerca de 100 pessoas seguiam a seita do "profeta do fim do mundo". As crianças e adolescentes do grupo - cerca de 20 - foram levados para abrigos e casa de acolhimento. Eles serão liberados após a conclusão do inquérito.

Trending Topics
O fim do mundo virou piada e deboche na internet. Nas redes sociais, pessoas acompanhavam com medo o que poderia acontecer. Perfis fictícios foram criados e o caso levou o nome da capital piauiense a ser o quinto assunto mais comentado no microblog Twitter em todo o País.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2012/10/profeta-que-prometia-o-fim-do-mundo-e-preso-por-estelionato-no-piaui.html