TRAJETÓRIA DE CAMPING SEGUNDO HAMMACK

01/06/2011

 

Exclusivo: Ex-Seguidor de Harold Camping Desabafa
Por Josephine Vivaldo|Colaborador do The Christian Post

Um ex-seguidor de Harold Camping que abandonou “Camping,” compartilhou com o The Christian Post como era o radialista de 89 anos, antes de ele começar a profetizar sobre o fim do mundo e o que os ex-seguidores pensam dele agora.
 

O Pastor Trevor Hammack, da Igreja Batista Victory em Ovalo, Texas, falou com o CP na terça-feira, percorrendo o seu caminho desde o começo, quando ele foi atraído para a Family Radio, até o fim, quando ele escolheu decidiu deixar depois de ver a primeira previsão de fim do mundo de camping.

Nunca havia ocorrido com o pastor de 42 anos que Camping iria se afastar da primeira coisa que o atraiu para seus ensinamentos – o Cristianismo histórico ortodoxo. Quando ele estava se preparando para ir para sua primeira base militar, ele esperava encontrar um patrocinador cristão que o ajudasse a se estabelecer na nova cidade em Nebraska.

Sua oração foi respondida; a família que o suportou não era somente cristã senão que eles também mostraram devoção de sua fé ouvindo uma estação de rádio que tinha música conservadora, leituras da Bíblia e ensinamentos da Bíblia que eram bem profundos.

“Assim aquilo me atraiu para eles e então começando desde 1990 eu entrei em contato com a Family Radio para participar da escola da Bíblia e eu me tornei um estudante e fiz parte daquela escola até a previsão de 1994 que não veio. E foi assim que eu fui atraído para a Family Radio e fiz o contato com eles,” compartilhou ele.

Ele parou de atender sua escola poucos anos depois mas continuou a ouvir e seguir o desenvolvimento da doutrina de Camping e a teologia, e receber livros na qual Camping – presidente da Family Radio – preveu que o mundo iria acabar em 2011.

“Eu estava bem consciente da data de 2011, o que fez toda a mídia ficar louca sobre isso. Algo interessante é que ele estava falando de 2011 desde 1992.”

De acordo com Hammack, antes de qualquer teologia de previsão de fim do mundo, Camping era muito atrativo em um sentido que ele ia profundamente, versículo por versículo pelos livros da Bíblia, não em qualquer maneira “superficial e irreverente,” e iria sempre se ater à Bíblia e tratá-la como autoridade final.

 

Mas tudo começou a mudar de maneira sutil e gradualmente quando Camping começou a desenvolver uma hermenêutica ou um princípio de interpretação da Bíblia baseada em Marcos 4, onde diz que Jesus falou em parábolas. “Ele pegou isso para dizer que tudo em sua Bíblia é uma parábola. Tudo.”

Por exemplo, “então quando Jesus entrou no barco para cruzar o mar, bem o mar representa uma coisa, o barco representa outra, as pessoas no barco representam algo e ele começou a usar isso para interpretar a Bíblia,” ilustrou Hammack. “Uma vez que você vai nessa direção tudo é aberto para qualquer um interpretar da maneira que eles querem e ele deixou qualquer tipo de contexto histórico e isso se tornou uma parábola na qual ele pode moldar dentro do que ele pensa que isso diz.

Enquanto Camping ainda salientava que a Bíblia era um relato histórico, ele também ressaltou que havia um princípio espiritual por trás de sua história e eventualmente começou a focar no fim do mundo.

“Foi chocante a primeira vez que eu ouvi sua previsão que o mundo iria acabar em 1994 porque parecia fora do caráter dele do que você ouvia ou estudava na escola,” disse Hammack.

Havia emoções mistas entre seus estudantes, ele lembrou. Alguns foram com Camping, afinal de contas, tudo que ele tinha ensinado a eles antes era baseado na Bíblia. Mas alguns estudantes pensaram que toda a idéia era simplesmente louca.

“Alguns iriam começar a acreditar em que toda a ‘Bíblia é uma parábola’ e outros falavam ‘oh isso é loucura, eu vou sair disso.’ E foi dividido em como as pessoas estavam indo lidar com a situação.”

Quando o livro de Camping 1994? apareceu era o ponto de interrogação que Camping tinha como uma rede de segurança. Depois disso, se o fim do mundo não viesse nesse ano, então seus seguidores iriam ser mais tolerantes, observou Hammack. E eles foram. Mas depois daquele ano, foi quando os ensinamentos de Camping se tornaram dramáticos.

Quando ele escreveu o livro, O Fim da Era da Igreja e começou a ensinar que Satanás estava agora em controle de todas as congregações, foi quando as pessoas se deram conta de seu afastamento do Cristianismo histórico ortodoxo e em direção à sua própria interpretação das Escrituras, relembrou o pastor de Olavo.

“As pessoas na Family Radio começar a sair, tudo se desfez e muita gente deixou o ministério e tudo que estava associado a ele.”

“Alguns deles estavam muito chateados e desmotivados e bravos com eles mesmos, e sentiram que havia algumas poucas vozes os alertando sobre os ensinamentos de Camping,” disse Hammack. “E todos estavam tipo ignorando esse ministério que valia milhões sobre milhões de dólares, que tinha estações de rádio em todos os lugares mas ninguém estava dizendo nada sobre isso.”

Hammack continuou seus estudos fora da escola da Family Radio e foi para vários seminários. Em 2009, ele começou um programa, Series in Focus, no Sermonaudio.com, onde ele olha para o que está acontecendo no mundo desde uma perspectiva bíblica. Ele foca nos erros bíblicos encontrados nos livros, tais como o Código de Da Vinci, bem como a teologia de Camping.

Foi durante o programa que ele começou a receber emails dos seguidores de Camping descrevendo sua decepção sobre algo que eles não somente acreditaram mas que também investiram.

Embora nenhuma das pessoas que ele entrou em contato relatou ter abandonado a fé ou renunciado ao Cristianismo, eles estavam bem confusos, e bravos com eles mesmos por não terem sido capazes de ver o outro lado da Bíblia porque todos eles estavam ouvindo a Camping.

 

“Eles desejam poder ter visto o outro lado. Se não há outro material lá, você está somente ouvindo a uma pessoa e é fácil de pensar que eles estão certos.”

“Então eles ficaram um pouco incomodados com isso e desejaram as pessoas que estavam tentando lhes falar. Especialmente aqueles, que eu conversei, que eram seguidores da data de 21 de maio, alguns deles se sentiram absolutamente confusos não sabendo o que estava acontecendo. Eles tinham dado dinheiro.”

Hammack não sabia exatamente quanto dinheiro as pessoas haviam dado; eles somente falaram de “milhares” mas não deram nenhuma especificação.

“Então eles sentiram que eles estavando dando seu dinheiro para algo que a Bíblia realmente ensinou então eles estavam bem confusos. Assim, muitos deles quando eu lhes disse que ele usou Marcos 4, sobre tornar tudo parábola, alguns deles, começaram a perceber ‘bem, isso é verdade e eu nunca pensei nisso’ e estava agradecido de ouvir que talves eles estavam mal interpretando as escrituras.”

A situação toda só pode ser usada como uma grande oportunidade para a Igreja assumir a responsabilidade e equipar os jovens a lidar com as escrituras corretamente, destacou.

"O analfabetismo bíblico é o útero em que o engano é concebido. A Igreja hoje é muito analfabeta quando se trata de história da Igreja, quando se trata da Bíblia. A maioria dos Cristãos realmente não sabem como lidar com isso."

Ele continuou: "Espero que as pessoas parem e digam: 'Cara, se todos os seguidores de Camping ficaram tão confusos, talvez devêssemos olhar novamente como a) Como pastor, eu estou equipando meu povo? b) Como um membro da Igreja, quão bem eu conheço a Bíblia e como faço para saber como estudar e interpretá-la? "

Há ainda pessoas que acreditam em Camping e cuja segunda profecia errada (que o arrebatamento ocorreria em 21 de maio, 2011) não os afastou de seus ensinamentos. Hammack acredita que isso tem muito a ver com a incapacidade das pessoas e à recusa em aceitar que eles têm investido em uma falsa teologia.

"Eu realmente tenho um fardo para as pessoas - não de zombar deles, mas de chegar até eles e dizer: 'Ei, vamos sentar e estudar com atenção e ver se há uma maneira diferente de olhar para isso e talvez você pode ver que vocês foram enganados e não há nada de errado em admitir isso."

Para ele, é óbvio que a terceira previsão de 21 de outubro de Camping para o arrebatamento e o Apocalipse, não vai acontecer. Mas ele vê isso como uma oportunidade para chegar a seus seguidores, e Cristãos em geral, para equipá-los com a alfabetização da Bíblia.

Pessoalmente, ele supõe que os líderes da Family Radio estão começando a ter uma luta pelo poder. Ele conjecturou isso, quando percebeu que todos os livros de Camping e gravações do fim do mundo haviam sido retirados do site da Family Radio após o fracasso do arrebatamento de 21 de maio.

A rede de rádio, ele observou, agora está usando suas gravações mais antigas, antes de Camping começar a falar sobre o apocalipse. Esse foi o momento em que a radialista parecia "uma pessoa genuína que realmente acredita na Bíblia e realmente queria ensinar a Bíblia," e quando Hammack "nunca poria em causa a sua sinceridade," porque parecia que ele realmente queria ensinar a Bíblia.

Agora, porém, "ele está fazendo mau uso das escrituras," concluiu.

http://portuguese.christianpost.com/noticias/20110601/exclusivo-ex-seguidor-de-harold-camping-desabafa/index.html